Versão 0.1

Palestrante: Deborah Happ

Escritora e Roteirista. Às vezes pesquisadora. Membra do Conselho da Fantástika 451.

Deborah Happ é escritora e roteirista. Tem 30 anos, vive em São Paulo, mas morou em tantos lugares que mal consegue contar. Neta de judeus refugiados e índias estupradas. Fala pouco, mas berra por escrito.

É formada em Comunicação Social - Midialogia, pela Unicamp, e fez Mestrado no Programa de Pós-Graduação Interunidades em Estética e História da Arte, na USP, onde estudou a trajetória do fotógrafo e fotomontador Francisco Aszmann, sob orientação da Profª Drª Helouise Costa.

Autora da novela independente Carregue Meu Cadáver e dos zines Buraco e Vendo Lençol Manchado de Todos os Meus Erros. Faz parte do conselho da Fantástika 451 e foi co-criadora do Dilemas de Gente Branca. Reclama sobre a vida no twitter como @deeeehapp e assina a newsletter oBestiário.

Gosta de coisas macabras, de bichinhos e de fazer alquimia com comidas e plantas.
Autora da novela independente Carregue Meu Cadáver (disponível online) e dos zines Buraco e Vendo Lençol Manchado de Todos os Meus Erros. Participou do Projeto 3 Mulheres, das Pangalácticas, onde colaborou com Tayla Nicoletti para criar uma história em quadrinhos baseado na vida de Lucieide Oliveira. Escreveu em vários lugares na internet, tem textos publicados na coletânea Curva de Rio, pela editora Giostri, e publica histórias curtas e outras coisas no blog www.felimpropano.blogspot.com.br.