Versão 0.1

Palestra: A Ideologia Californiana e o capitalismo de vigilãncia: 24 anos depois, a distopia é real?

Hoje considerado um clássico da tecnopolítica, "A Ideologia Californiana" é o guia para esta mesa discutir o cenário atual do capitalismo de vigilância e das megacorporações que cada vez mais dominam a internet. Para isso, participam da mesa:
_ Aracele Torres, Doutora em História pela Universidade de São Paulo (USP), atuando na área de História da Ciência e da Tecnologia e desenvolvendo trabalhos sobre história da tecnologia digital, software livre, ciber-libertarianismo, ideologias e utopias relacionadas às tecnologias da informação;
_ Camila Montagner, jornalista e pesquisadora, doutoranda em Ciências Sociais na Unicamp;
_ Tiago Soares, doutorando em História Econômica pela USP, mestre em Divulgação Científica e Cultural pela Unicamp;

A mediação é de Leonardo Foletto, doutor em comunicação (UFRGS), editor do BaixaCultura, laboratório online de cultura livre que no final de 2018 lançou uma edição impressa, em formato de zine, do texto de Barbrook e Cameron, que estará disponível na mesa.

Em 1995, a internet comercial estreava no Brasil, Mark Zuckerberg ia a escola primária, Larry Page e Sergey Brin se conheciam na pós-graduação em computação em Stanford (na California) e começavam a trabalhar na ideia que originaria o Google três anos depois, e Richard Barbrook e Andy Cameron, então membros do Hypermedia Research Centre of the University of Westminster, em Londres, publicavam um ensaio chamado “A Ideologia Californiana” na Mute Magazine, texto que seria uma das primeiras críticas ao neoliberalismo agressivo do Vale do Silício. Barbrook e Cameron definiam a tal ideologia como uma improvável mescla das atitudes boêmias e antiautoritárias da contracultura da costa oeste dos EUA com o utopismo tecnológico e o liberalismo econômico. Dessa mistura hippie com yuppie nasceria o espírito das empresas .com do Vale do Silício, que passaram a alimentar a ideia de que todos podem ser “hip and rich” – para isso basta acreditar em seu trabalho e ter fé que as novas tecnologias de informação vão emancipar o ser humano ampliando a liberdade de cada um e reduzir o poder do estado burocrático.(…) A explosão da bolha especulativa das empresas de internet no final dos 1990 poderia ter servido como um alerta sobre onde esse pensamento poderia levar o planeta, mas a sedução da ideologia californiana persistiu e se espalhou com a ajuda do Google, Facebook, Apple, Amazon e vários outros dos gigantes do Silício que hoje fazem parte da nossa vida cotidiana coletando todos nossos dados.

Info

Dia: 04/05/2019
Hora de início: 16:10
Duração: 00:50
Room: Ian Murdock - 1º andar Hemeroteca
Trilha: Política
Língua:

Links:

Comentários

Estamos interessados ​​na sua opinião! Por favor, deixe-nos saber se você gostou deste evento?

Eventos simultâneos