Version final-1

Palestrante: Carlos Cabral

Foto1

Analista de Threat Intelligence e escritor. Atua há 14 anos na área de segurança da informação e escreve sobre hacking, ameaças digitais e guerra cibernética.

Estou envolvido com tecnologia desde a adolescência. Entretanto, por ser filho de uma costureira e de um motorista de ônibus, muito do tempo e esforço que dediquei em me envolver com computadores estava ligado ao âmbito profissional. Somente pude ter um computador em casa quando consegui pagar por ele.

Assim, boa parte do meu percurso de aprendizado estava relacionado ao que geraria lucros para as empresas em que trabalhei, de modo que, o meu começo de carreira foi na base de "seguir o fluxo", mesmo que naquela época eu não percebesse que o estava seguindo.

Quando tive a oportunidade ingressar em um curso acadêmico, optei por seguir algumas influências de minha infância, quando meu pai, envolvido com o sindicalismo dos anos 80, levava muitos amigos do sindicato em casa para debater temas políticos. Algumas dessas pessoas tinham alguma formação intelectual em humanas. Assim optei por cursar Sociologia e Política na FESPSP. Nessa época eu administrava firewalls durante o dia e lia volumosos textos à noite.

Porém, à medida que os anos passavam, embora eu tenha tido a oportunidade de fazer coisas legais, como organizar o livro “Trilhas em Segurança da Informação” (editora Brasport), talvez por conta das minhas leituras ou pelos sinais do tempo, fui adquirindo um desgosto pela tradicional indústria de segurança da informação e pedi demissão do emprego que ocupava em 2014, sem nenhuma perspectiva do que faria depois disso.

Eu escrevo desde jovem, entretanto não tinha o costume de publicar até a ocasião do livro, mas assim que me senti livre se abriu um range de possibilidades e publiquei um artigo chamado "Os astrólogos de segurança da informação” (link abaixo) em que expunha a minha perspectiva sobre as contradições que me fizeram, à época, sair desse mercado .
http://www.linhadefensiva.org/2015/03/os-astrologos-de-seguranca-da-informacao/

Depois disso, fui convidado a expor essas ideias em uma palestra na conferência You Sh0t the Sheriff cujo publico é formado por personalidades do setor, tanto gerentes quanto hackers. Foi a oportunidade que tive de expor minhas idéias para o mercado. Abaixo link para o vídeo, mas usem fones porque o som está péssimo.
https://www.youtube.com/watch?v=7N8ii5-2gRU

Também palestrei na CryptoRave de 2014 sobre falhas processuais dos bancos em proteger dados de cartão.

De lá para cá continuei escrevendo e publicando no Medium até que, no começo desse ano, os donos de uma empresa do Recife (com uma mentalidade muito mais alinhada à minha) me convidaram para escrever. Hoje sinto que faço o que mais me agrada, que é produzir conteúdo em segurança.

Links